• Siga o Meia-Hora nas redes!

900 kg de erva somem da DP

Pedido de incineração de droga apreendida em 2017 foi negado

A Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo investiga o desaparecimento de 900 kg de maconha que estavam guardados no 1º Distrito Policial, na Praça da Sé, São Paulo. O sumiço da droga foi comunicado pela escrivã-chefe, Ivanete Franca de Souza. Uma das suspeitas é de que a droga tenha sido retirada aos poucos da delegacia.

A droga estava em uma sala no térreo da delegacia. A Polícia investiga os possíveis locais de saída da droga: pelos fundos, por uma lateral, ou pela frente do prédio. A delegacia não tem cofre e fica fechada à noite e nos fins de semana, com dois agentes de plantão.

A droga foi apreendida em outubro de 2017. O delegado-adjunto pediu autorização para que o material fosse incinerado, mas o pedido foi negado.

Todos os policiais que trabalharam na delegacia nos últimos 50 dias estão sendo investigados. As informações são do G1.

Em entrevista ao Portal G1 a defesa de Ivanete afirmou estar aguardando laudo da perícia para saber se houve algum arrombamento do local em que a droga estava guardada.

Comentários

Mais notcias