• Siga o Meia-Hora nas redes!

Alunos suspeitos de estuprar colega de 9 anos

Uma pequena cidade do sul da Espanha, de apenas 1.500 habitantes, vive há dias em choque com a notícia sobre o estupro de um menino, de 9 anos, que teria sido vítima de seus próprios colegas, na escola local. O prefeito da pacata Chilluévar, na região de Andaluzia, onde ocorreu o crime, disse que a defensoria dos direitos da infância da província abriu uma investigação preliminar para apurar o caso.

"Todos são menores. Uma vítima de 9 anos, e os autores, que têm entre 12 e 13 anos", declarou o prefeito, José Luis Agea.

O prefeito disse ainda que, em uma cidade tão pequena, um "ato tão terrível como esse causa alarme, além do choque". "Eu levo meu filho a esse colégio. Estamos horrorizados. O importante é investigar o que aconteceu", completou.

De acordo com a legislação, o Ministério Público não pode ainda abrir um procedimento penal porque os envolvidos são menores de 14 anos.

Como medida preventiva, quatro dos cerca de 150 alunos da unidade educacional de Chilluévar foram expulsos, como medida preventiva, de acordo com a secretária de Educação de Andaluzia, Sonia Gaya.

Comentários