• Siga o Meia-Hora nas redes!

Israel dá dura no Facebook

Vazamento de dados é investigado

As autoridades israelenses anunciaram ontem a abertura de uma investigação sobre as atividades do Facebook após a polêmica em torno do uso indevido de dados pessoais de milhões de usuários pela empresa britânica Cambridge Analytica.

A agência israelense para a proteção da privacidade indicou em um comunicado que "informou o Facebook sobre a abertura de uma investigação sobre suas atividades após informações sobre a transferência de dados pessoais do Facebook para Cambridge Analytica".

De acordo com um comunicado do ministério da Justiça, a agência também indicou que investigava "a possibilidade de outros ataques ao direito de respeito pela privacidade dos israelenses".

O escândalo da Cambridge Analytica, acusada de ter usado dados de usuários do Facebook para desenvolver um programa que permitia direcionar mensagens para tipos de usuários e que foi usado na campanha de Donald Trump em 2016, causou reações em todo o mundo.

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, reconheceu que a empresa cometeu "erros" e deveria fazer mais para resolver o problema. "Temos a responsabilidade de proteger seus dados e, se não pudermos, não merecemos atendê-los", escreveu Zuckerberg.

Comentários

Mais notícias