• Siga o Meia-Hora nas redes!

Ela está com a mãe

Menina fotografada aos prantos foi levada para abrigo no Texas

Yanela chora aos pés da mãe
Yanela chora aos pés da mãe - AFP

A menina fotografada aos prantos enquanto a mãe é revistada por uma policial de fronteira no Texas e que virou símbolo da crise dos migrantes nos EUA depois de ser capa da revista Time não foi separada da mãe. A revelação foi feita pelo pai da menina, em entrevista ao canal Univision, e confirmada por autoridades hondurenhas. Segundo Javier Varela Hernandez, 32 anos, a filha Yanela, 2 anos, e a mulher Sandra estão juntas e bem em um abrigo em McCallen, Texas.

Na capa da Time, Yanela aparece ao lado de um Trump bem maior e o texto "Bem-vindo à América". "Meu coração ficou partido, porque é a minha menininha. Claro que chorei", disse Hernandez, acrescentando que tentou convencer a mulher a não ir, mas ela insistia dizendo que lá teria "um futuro melhor". Ele afirmou também que Sandra saiu de casa sem avisar a família: "Não tive chance de dizer adeus à minha filha."

Os outros três filhos do casal, o menino Wesly, 14 anos, e as meninas Cindy, 11 anos, e Brianna, 6 anos, ficaram com o pai em Honduras. Segundo Hernandez, Sandra pagou 6 mil dólares (cerca de R$ 22 mil) para atravessar a fronteira.

Pelo Twitter, o presidente Donald Trump acusou os opositores democratas de espalharem "falsas histórias de tristeza e luto sobre crianças separadas dos pais".

Apesar de Trump ter mandado as agências do governo reunirem pais presos e filhos abrigados, a tarefa é árdua: as informações são desencontradas, e pais e filhos podem estar a mais de 3 mil km de distância uns dos outros.

Comentários

Mais notícias