• Siga o Meia-Hora nas redes!

Bilionário morre

Chinês caiu de muro de 10 metros na França

O bilionário chinês Wang Jian morreu ao cair de um muro na França
O bilionário chinês Wang Jian morreu ao cair de um muro na França - AFP

O presidente do conglomerado chinês HNA, Wang Jian, 57 anos, morreu enquanto tirava férias em Bonnieux, na região de Provence, no sul da França. O empresário, dono de uma fortuna de 1,7 bilhão de dólares (cerca de R$ 6,7 bilhões) segundo a revista Forbes, subiu em um parapeito para tirar uma foto e caiu de uma altura de dez metros. Os bombeiros não conseguiram reanimá-lo. As investigações indicam que se trata de um acidente.

O grupo HNA, que inclui empresas aéreas, cinemas, imóveis, seguradoras e hotéis, foi fundado em 2000 na ilha de Hainan, sul da China, e está há um ano na mira das autoridades reguladoras do país, preocupadas com o grande volume de empréstimos contraídos para financiar aquisições, especialmente no exterior.

Wang se especializou em aviação civil na China e, desde o início dos anos 1990, atuou na fundação da Hainan Airlines. Nos últimos dois anos gastou pelo menos 50 bilhões de dólares (cerca de R$ 196 bilhões) em investimentos e compras de participações em empresas. Assim, entrou no capital de várias companhias aéreas estrangeiras: Azul (Brasil), Aigle Azur (França), Virgin Australia (Austrália) e TAP (Portugal).

No final de 2017, a HNA anunciou que sua dívida total chegava a 638 bilhões de iuanes (94,8 bilhões de dólares, em torno de R$ 385 bilhões), um aumento de 36% em relação ao final de 2016.

Comentários

Mais notícias