Mais Lidas

Fotojornalista denuncia que PMs roubaram laptop da cunhada durante ação no Complexo do Alemão

Integrante da equipe do 'Voz das Comunidades' diz que a família da cunhada teve a casa invadida por agentes que estão desde o fim da madrugada no conjunto de favelas da Zona Norte

Betinho faz parte da equipe do Voz das Comunidades
Betinho faz parte da equipe do Voz das Comunidades -

O fotojornalista Betinho Casas Novas denunciou que policiais militares roubaram pertences pessoais da sua cunhada durante a operação que a PM faz no Complexo do Alemão, nesta terça-feira. Betinho, que faz parte da equipe do do portal "Voz das Comunidades", conta que os agentes levaram uma mochila com vários pertences dela, dentre eles um laptop. O material teria sido retirado da casa dela, que fica na comunidade da Alvorada.

De acordo com o fotojornalista, a cunhada estava em casa com o noivo, a namorada de Betinho e um irmão. Dos quatro, apenas a namorada dele não mora lá. Ela estava lá desde ontem à noite para uma comemoração em família.

"A casa tem três andares e estava todo mundo dormindo quando os policiais apareceram logo nas primeiras horas da manhã. Eles foram para o último andar, onde ficaram atirando, enquanto o pessoal ficou no primeiro andar", ele conta.

Betinho diz que depois que eles foram embora, a cunhada percebeu que dois quartos do segundo andar estavam com as portas arrombadas, quando se deu conta do sumiço da mochila.

"Minha cunhada ouviu um barulho vindo do segundo andar e viu que as portas tinham sido arrombadas. Ela perguntou porque eles fizeram aquilo, já que ela poderia abrir os cômodos de boa, mas eles chegaram a gritar com ela", diz o jornalista.

Fotojornalista divulgou parte da conversa que teve com a cunhada - Reprodução / Facebook

Segundo Betinho, os policiais teriam ficado por três horas na casa dos parentes e pediram para que eles não fechassem a porta principal para que pudessem ir embora. Além do laptop, eles teriam levado documentos e papéis do trabalho de sua cunhada, que estavam na mochila.

"Ela me ligou desesperada, contando tudo, dizendo que ninguém esteve no local além dos policiais. Ela disse que eles estavam com farda normal da PM, sem a identificação", avisa.

O fotojornalista publicou o caso em seus perfil no Facebook com um print de parte da conversa que teve com a cunhada sobre o roubo. No início da tarde, ele estava à caminho da Corregedoria da Polícia Militar para registrar o roubo.

Procurada pelo DIA, assessoria de imprensa da PM informo que não tem "essa informação, até o momento". "Vale ressaltar que denúncias envolvendo policiais militares, devem ser enviadas para a Corregedoria pelos canais: WhatsApp através do número (21) 97598-4593, por telefone pelo número (21) 2725-9098 ou ainda pelo e-mail [email protected]".

Betinho faz parte da equipe do Voz das Comunidades Arquivo Pessoal
Fotojornalista divulgou parte da conversa que teve com a cunhada Reprodução / Facebook