• Siga o Meia-Hora nas redes!

A disputa já começou

Segunda edição do Troféu Nota 10 anima sambistas

Shayene Cesário é musa da Acadêmicos da Rocinha e quer ganhar
Shayene Cesário é musa da Acadêmicos da Rocinha e quer ganhar - rafael antonio/ divulgação

Hoje acabam os desfiles das escolas de samba da Série A e a sorte estará lançada para a segunda edição do 'Trófeu Nota 10', prêmio criado pelo MEIA HORA para eleger os melhores do grupo de acesso do Carnaval. A premiação tem cinco categorias: Melhor Escola, Samba-Enredo, Bateria, Intérprete e Musa. O resultado será divulgado no jornal da Quarta-Feira de Cinzas.

Musa da Acadêmicos da Rocinha, a modelo Shayene Cesário está ansiosa para pisar na Avenida e aprovou a criação do prêmio.

"Acho maravilhosa a iniciativa de valorizar as escolas da Série A, inclusive as musas. Espero que eu esteja entre as melhores pela Rocinha, escola da qual sou musa! Boa sorte a todos e parabéns ao MEIA HORA. O Carnaval agradece!", disse a gata.

Sucessor do Mestre Chuvisco, que ganhou o prêmio no ano passado à frente da bateria da Estácio de Sá, Wallace Willian Martins, mais conhecido como mestre Gaganja, tenta levar o 'bi' para os ritmistas do São Carlos.

"A Bateria Medalha de Ouro fez um trabalho muito duro ao longo do ano. É uma responsabilidade suceder o meu professor Chuvisco. Se a gente levar o troféu vai ser uma grande homenagem a ele e a todos os ritmistas do São Carlos", afirma Gaganja, que fechou a primeira noite de desfiles.

Estão na disputa pelo prêmio as 13 escolas da Série A. Na primeira noite, desfilaram Unidos de Bangu, Império da Tijuca, Acadêmicos do Sossego, Unidos do Porto da Pedra, Renascer de Jacarepaguá e Estácio de Sá. Hoje, o espetáculo fica por conta de Alegria da Zona Sul, Acadêmicos de Santa Cruz, Unidos do Viradouro, Acadêmicos da Rocinha, Acadêmicos do Cubango, Inocentes de Belford Roxo e Unidos de Padre Miguel.

Comentários