• Siga o Meia-Hora nas redes!

'Paty Bumbum' é presa

Falsa médica e mulher apontada como sua sócia estão em Benfica

'Paty Bumbum' (E) e Ohana foram levadas, ontem, para Benfica
'Paty Bumbum' (E) e Ohana foram levadas, ontem, para Benfica - Armando Paiva

A Polícia Civil prendeu, ontem, Patrícia Silva dos Santos, a 'Paty Bumbum'. A ação, batizada de 'Operação Bumbum', buscou cumprir cinco mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão. Além de 'Paty Bumbum', Ohana Hindara Lima Diniz também foi presa. Ambas foram transferidas, à tarde, para a cadeia pública de Benfica, na Zona Norte. Outras três mulheres não foram localizadas e são consideradas foragidas: Valéria dos Santos Reis, de 54 anos, Thaíza Pimentel Esteves e Márcia Pimentel Esteves.

Apontada como sócia de Paty, Valéria é investigada pela morte da modelo Mayara Silva dos Santos, de 24 anos, após um procedimento estético no dia 20 de julho. 'Paty Bumbum' também é investigada pela morte da modelo.

Paty responde por exercício ilegal da medicina. Ela foi presa em casa, em Curicica, na Zona Oeste. A polícia também esteve na casa de Valéria, em Vargem Pequena, mas ela não foi encontrada. As prisões se baseiam em depoimentos de pelo menos duas testemunhas, que afirmam ter sido atendidas por Paty e Valéria.

"Ouvimos duas testemunhas que afirmam categoricamente ter sido vítimas tanto da Patrícia quanto da Valéria, e que as duas fizeram preenchimento nos glúteos das vítimas. Elas tiveram trombose em virtude do produto aplicado. Elas afirmam que foram a Patrícia e a Valéria, que ambas eram sócias", disse o delegado Eduardo Freitas, da 42ª DP (Recreio).

Uma das vítimas de Paty contou que atualmente faz tratamento médico para corrigir a aplicação de silicone industrial que Patrícia fez em 2015. "Fiz uma bioplastia com ela ('Paty Bumbum') e, no dia do procedimento, a casa dela estava em obra. A substância foi aplicada nos meus glúteos e no quadril. De um tempo para cá, comecei a sentir dores e fiquei preocupada com que tipo de substância ela havia utilizado", declarou a dona de casa Fabiane de Jesus, de 36 anos.

Segundo Fabiane, no dia seguinte à aplicação, um líquido "estranho" começou a sair de seus glúteos. Ela disse que procurou Paty sem o conhecimento da família, por vergonha, acrescentando que conheceu a falsa médica através de amigas e que sabe de mais quatro pessoas que fizeram o 'tratamento'.

Comentários

Mais notícias