Mais Lidas

GPS contradiz versão de PMs envolvidos na morte de dois jovens em Belford Roxo

Dados mostram que após a abordagem de Edson e Jhordan, a viatura da polícia parou com as vítimas em três locais diferentes

Ação dos PMs foi registrada em vídeo
Ação dos PMs foi registrada em vídeo -
Rio - O GPS da viatura da Polícia Militar que foi utilizada na abordagem e morte de dois jovens negros em uma moto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, aponta contradição dos policiais envolvidos na operação. As informações foram obtidas com exclusividade pelo RJ2 desta quarta-feira (23). Em depoimento, os PMs Júlio César Ferreira dos Santos e Jorge Luiz Custódio da Costa, alegaram que após pararem as vítimas, as colocaram dentro da viatura e as soltaram 40 minutos.
Já o GPS do carro em que os quatro estavam, mostra que após deter os jovens, a viatura parou em três locais diferentes. As vítimas, identificadas como Edson Arguinez Júnior e Jhordan Luiz, foram detidas na Estrada de Xerém, em Belford Roxo. Próximo a este local, o GPS aponta que a viatura parou em três pontos distintos. A polícia suspeita que os jovens possam ter sido deixados em algum deles.
Os dois primeiros locais ficam um pouco mais perto de onde os corpos foram encontrados. Em um dos pontos a viatura ficou parada durante cinco minutos e 16 segundos. Os novos dados do GPS, aos quais o RJ2 teve acesso, mostram outros pontos em que os rapazes poderiam ter sido entregues para os possíveis assassinos.
Um dos pontos é Rua Baiaré por onde a viatura parou. Depois continuou se movimentando de madrugada pelas ruas de Belford Roxo. Depois de um trajeto de 18 min chegou na avenida Joaquim da Costa Lima, onde ficou parada por 5 min e 25s.
A viatura permaneceu circulando até chegar a outro ponto, numa área controlada por traficantes de drogas. Quando foram presos pelos PMs, os dois jovens estavam em uma área dominada por milicianos.
Um outro ponto onde os jovens possam ter sido deixados foi a Estrada da Conceição, 70. Os dados do GPS mostram que os PMs ficaram parados aqui por cerca de 37 minutos e 22 segundos.
O terceiro ponto, a estrada da Conceição, pelas coordenadas do GPS, indica ser ao lado ou dentro de um posto de gasolina. A abordagem e a morte dos jovens aconteceram na madrugada do último dia 12 entre 1h e 3h da madrugada.
Os dados do GPS da viatura não combinam com o depoimento dado pelos policiais. A polícia investiga a possibilidade de que, depois da abordagem, os militares tenham entregado os jovens para outra pessoa que teria assassinado a dupla.
Procurada para comentar sobre o caso, a Polícia Militar não deu retorno até a publicação desta matéria.