Mais Lidas

São Gonçalo vacina pessoas com comorbidades neste sábado (24)

Cidade também começa a imunizar na terça-feira (27) quem tomou a primeira dose da Astrazeneca no início de fevereiro

SÃO GONÇALO - A aplicação da primeira dose da vacina contra o coronavírus continua neste sábado (24) para os munícipes a partir de 60 anos e profissionais da saúde que morem ou atuem na cidade. Além destes, também recebem a primeira dose cidadãos gonçalenses com comorbidades: pessoas de no mínimo 58 anos ou grávidas com diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade mórbida. Para serem vacinados, devem levar as duas últimas receitas, prescrições ou atestados médicos que comprovem sua condição de saúde que lhes confere tal prioridade na fila da vacina, além dos seguintes documentos: identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.
A cidade também conclui a imunização em pessoas que receberam a primeira dose da CoronaVac há mais de 21 dias. Todos podem procurar qualquer um dos doze pontos de vacinação disponíveis, quatro deles com drive-thru.
Desde o início da campanha, o município aplicou a primeira dose em 156.292 pessoas, sendo 23.721 trabalhadores da saúde, 125.053 idosos com mais de 60 anos, 1.648 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis), 105 pessoas de residências terapêuticas, dois indígenas, 3.123 pessoas com comorbidades e 2.640 acamados. Até as 16h desta sexta-feira (23), 49.278 pessoas tinham sido imunizadas com a segunda dose.
Os trabalhadores da saúde da linha de frente dos hospitais públicos e privados de São Gonçalo – tanto da urgência e emergência quanto da atenção básica - que ainda não se imunizaram por serem recém-contratados já podem se vacinar. Neste grupo estão médicos, enfermeiros, técnicos, faxineiros, atendentes, recepcionistas, maqueiros, copeiros, cozinheiros, entre outros. Para se vacinarem, precisam comprovar o vínculo empregatício em uma unidade de saúde do município que seja da linha de frente no combate à Covid-19. Se trabalham em outra cidade, devem apresentar o vínculo empregatício em unidade que seja linha de frente e o comprovante de residência de endereço em São Gonçalo.
Os profissionais de saúde com mais de 45 anos que trabalham ou moram em São Gonçalo e não são da linha de frente também podem se vacinar com a primeira dose. São eles: técnico em radiologia, enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem, médico, fisioterapeuta, nutricionista, odontólogo, fonoaudiólogo, psicólogo, biólogo, farmacêutico, assistente social, biomédico e auxiliar e técnico de saúde bucal.
A Secretaria também imuniza com a segunda dose da vacina CoronaVac os idosos e funcionários da saúde que têm mais de 21 dias de vacinados. Na próxima terça-feira (27), a cidade também começa a imunizar as pessoas que tomaram a vacina Astrazeneca no início de fevereiro. Os gonçalenses devem observar a caderneta ou o comprovante de vacinação para procurarem os locais de vacinação no dia indicado na anotação. Para a segunda dose, todos devem estar munidos com o comprovante da primeira dose das vacinas CoronaVac ou Astrazeneca aplicadas pela Secretaria Municipal de São Gonçalo. Aqueles que não levarem o comprovante ou apresentarem comprovante de outra cidade não serão imunizados.
Munícipes com mais de 60 anos que estejam acamados ou possuam mobilidade reduzida atendidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF) estão sendo vacinados em casa. Parentes e responsáveis daqueles na mesma condição que não sejam atendidos pelo programa devem procurar a unidade de saúde mais próxima de suas residências para cadastrar a pessoa para receber a vacina em casa ou podem fazer o cadastro através do e-mail [email protected] Este público será vacinado de acordo com a disponibilidade das equipes.
Os locais de vacinação vão receber as pessoas que chegarem até as 16h, para que os mesmos sejam atendidos até 17h.